RSS

Lula e os Palestinos

17 abr

O presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, ao discursar na abertura da “II Cúpula América do Sul-Países Árabes”, em Doha (Catar), afirmou que não é possível o mundo continuar “insensível ao sofrimento do povo palestino” e pediu que o novo governo de Israel se comprometa com o processo de paz. “Não é possível que, depois de tantos anos de negociações freqüentemente interrompidas por ações militares, não tenhamos ainda um Estado palestino coeso e economicamente viável. É importante que o novo governo de Israel se comprometa firmemente no processo de paz, com base nos acordos anteriormente alcançados”, enfatizou. Lula acrescentou: “Não faltaram aqueles que imaginaram que existia uma incompatibilidade entre o Islã e os valores da democracia, defenderam um choque de civilizações, que ignorava a contribuição incalculável da tradição de tolerância árabe”.

Acho que vou fazer dois comentários.
o Primeiro: hahahahahahahah hahahahahahhahaha – quase caí pra trás de tanto rir – hahaha – a coisa é tragicômica.
a Segunda: Vamos analisar os trechos em negrito:
primeiro trecho: “Não é possível que, depois de tantos anos de negociações freqüentemente interrompidas por ações militares….” – Deixa eu entender, o processo é interrompido pela ação LEGÍTIMA militar de Israel com objetivo de defender sua soberania e não por conta de mísseis lançados anos pelo Hamas em Israel, nem por uma chuva de mísseis vindo do libano, lançados pelo Hizbollah, menos ainda pelos atentados. Agora entendi porque a segurança no Brasil está jogada as moscas. Se defender é crime e a causa de qualquer conflito…. “Tamo” f…
segundo trecho: “Não faltaram aqueles que imaginaram que existia uma incompatibilidade entre o Islã e os valores da democracia…” – Porque será senhor presidente? Seria porque não há nenhum país árabe democrático? ou porque as piores ditaduras estão sob domínio árabe e/ou simpatizantes?
terceiro trecho: “…contribuição incalculável da tradição de tolerância árabe”. – Não falando dos árabes como pessoas brasileiras mas analisando os países……. Vemos exemplos da contribuição incalculável de tolerância. Vamos citar algumas: Timor leste é um lugar onde este exemplo de tolerância é bem vista. A tolerância é tanta que foi preciso enviar forças de paz da ONU para resolver o assunto. Este belo exemplo de tolerância se segue em vários países africanos, asiáticos e europeus, citando exemplos temos: Angola, Sudão, o conflito na Bósnia (decada de 90), Índia e por aí vai. Aliás no Sudão a tolerância exemplar já causou 400.000 mortos e mais de 2.000.000 de desabrigados e refugiados.
Outro grande exemplo de tolerância é a quantidade de atentados realizados por frente islâmicas.
Mas vamos falar mais precisamente de países árabes e seus exemplos de tolerância: Tem países que é proibido escutar musica em público, beber bebida alcoolica, muleres tem que andar de um lado da rua diferente dos homens e de preferência cobertas da ponta do pé até o último fio da cabeça, homossexual é pena de morte ou espancamento, eleição só se for para líder de classe na escola e olhe lá. Judeu ou Israelense ou qualquer pessoa que tenha visitado Israel e esteja marcado no passapaorte não entra em alguns países árabes.
Sr. presidente, acho que isso é uma belíssima contribuição incalculável da tradição de tolerância árabe.
Agora vocês entendem o meu primeiro comentário…….
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 17, 2009 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: