RSS

Lula e os Palestinos

17 abr

O presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, ao discursar na abertura da “II Cúpula América do Sul-Países Árabes”, em Doha (Catar), afirmou que não é possível o mundo continuar “insensível ao sofrimento do povo palestino” e pediu que o novo governo de Israel se comprometa com o processo de paz. “Não é possível que, depois de tantos anos de negociações freqüentemente interrompidas por ações militares, não tenhamos ainda um Estado palestino coeso e economicamente viável. É importante que o novo governo de Israel se comprometa firmemente no processo de paz, com base nos acordos anteriormente alcançados”, enfatizou. Lula acrescentou: “Não faltaram aqueles que imaginaram que existia uma incompatibilidade entre o Islã e os valores da democracia, defenderam um choque de civilizações, que ignorava a contribuição incalculável da tradição de tolerância árabe”.

Acho que vou fazer dois comentários.
o Primeiro: hahahahahahahah hahahahahahhahaha – quase caí pra trás de tanto rir – hahaha – a coisa é tragicômica.
a Segunda: Vamos analisar os trechos em negrito:
primeiro trecho: “Não é possível que, depois de tantos anos de negociações freqüentemente interrompidas por ações militares….” – Deixa eu entender, o processo é interrompido pela ação LEGÍTIMA militar de Israel com objetivo de defender sua soberania e não por conta de mísseis lançados anos pelo Hamas em Israel, nem por uma chuva de mísseis vindo do libano, lançados pelo Hizbollah, menos ainda pelos atentados. Agora entendi porque a segurança no Brasil está jogada as moscas. Se defender é crime e a causa de qualquer conflito…. “Tamo” f…
segundo trecho: “Não faltaram aqueles que imaginaram que existia uma incompatibilidade entre o Islã e os valores da democracia…” – Porque será senhor presidente? Seria porque não há nenhum país árabe democrático? ou porque as piores ditaduras estão sob domínio árabe e/ou simpatizantes?
terceiro trecho: “…contribuição incalculável da tradição de tolerância árabe”. – Não falando dos árabes como pessoas brasileiras mas analisando os países……. Vemos exemplos da contribuição incalculável de tolerância. Vamos citar algumas: Timor leste é um lugar onde este exemplo de tolerância é bem vista. A tolerância é tanta que foi preciso enviar forças de paz da ONU para resolver o assunto. Este belo exemplo de tolerância se segue em vários países africanos, asiáticos e europeus, citando exemplos temos: Angola, Sudão, o conflito na Bósnia (decada de 90), Índia e por aí vai. Aliás no Sudão a tolerância exemplar já causou 400.000 mortos e mais de 2.000.000 de desabrigados e refugiados.
Outro grande exemplo de tolerância é a quantidade de atentados realizados por frente islâmicas.
Mas vamos falar mais precisamente de países árabes e seus exemplos de tolerância: Tem países que é proibido escutar musica em público, beber bebida alcoolica, muleres tem que andar de um lado da rua diferente dos homens e de preferência cobertas da ponta do pé até o último fio da cabeça, homossexual é pena de morte ou espancamento, eleição só se for para líder de classe na escola e olhe lá. Judeu ou Israelense ou qualquer pessoa que tenha visitado Israel e esteja marcado no passapaorte não entra em alguns países árabes.
Sr. presidente, acho que isso é uma belíssima contribuição incalculável da tradição de tolerância árabe.
Agora vocês entendem o meu primeiro comentário…….
 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 17, 2009 em Uncategorized

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: