RSS

A Palestina Judaica – Depois a midia mudou

21 abr

A Palestina judaica que disputou a Copa

A Fifa aceitou a filiação da Federação de Futebol da Palestina em 1998, 36 anos após a fundação da entidade que representava o futebol dos árabes no território israelense. No entanto, os registros oficiais dão conta que, em 1934, uma seleção palestina disputou as Eliminatórias para a Copa do Mundo, perdendo para o Egito. Essa aparente contradição só é possível porque a seleção sob o nome da Palestina era, na realidade, judaica.

israel_bandeira-sionista
A história da seleção palestina de 1934 mostra que os conflitos entre árabes e judeus começou décadas antes da criação do Estado de Israel, em 1948. Na década de 1870, os pogrons cresceram muito na Rússia czarista. Esse movimento anti-semita na Europa fez que muitos judeus passassem a buscar um novo lugar para viver, continuando o movimento histórico de busca de um lar desde a diáspora.

Em 1881, houve a primeira grande onda de imigração judaica para a Palestina, então parte do grande Império Otomano. Com isso, a população na região cresceu rapidamente, com os judeus já representando uma parcela significativa desse aumento. Em 1896, o jornalista austríaco Theodor Herzl lançou um livro defendendo a criação de um Estado judeu (idéia surgida em 1839 pelo inglês Moses Montefiore) na Palestina, território original de seu povo. No ano seguinte, Herzl criou a Organização Sionista Mundial (a imagem ao lado é de uma das bandeiras do movimento) e o Fundo Nacional Judeu, que ajudariam a viabilizar essa reivindicação.

No entanto, a idéia dos judeus não agradou aos árabes que já viviam na Palestina, até porque também crescia o movimento nacionalista entre os árabes, que aproveitavam o enfraquecimento do governo otomano para pensar em independência. Após a Primeira Guerra Mundial, os turcos perderam a região, que passou para as mãos dos britânicos.

A administração do Reino Unido não ajudou a acalmar a Palestina. Judeus continuavam fugindo das perseguições na Europa e buscavam nos portos de Jaffa e Haifa o caminho para a nova casa. Na virada do século XX, cerca de 10% da população palestina era de origem judaica.

Os judeus começaram a se organizar internamente, incluindo clubes esportivos. O Rishon-Lezion (atual Maccabi Tel-Aviv) foi fundado em 1906. No início, o esporte mais popular entre os judeus da Palestina era a ginástica, herança do Leste Europeu de onde vinham. Aos poucos, a influência dos colonizadores britânicos se fez sentir e o futebol ganhou espaço no país.

Em 1928, foi fundada a Associação de Futebol da Palestina. A entidade representava judeus, árabes e britânicos, mas eram os primeiros que realmente a comandavam. Foi criada uma copa nacional naquele ano e, em 1932, a liga da Palestina. Na primeira divisão, havia um time do Exército Britânico e nove equipes judaicas. Os clubes árabes só apareciam a partir da Segundona.

Foi com essa estrutura de futebol que se formou a seleção da Palestina para a disputa das Eliminatórias da Copa de 1934. Em um sinal de que as animosidades cresciam na região, os árabes se negaram a participar de uma seleção com jogadores judeus. Assim, um time 100% israelita entrou em campo para perder duas vezes para o Egito (1 x 7 e 1 x 4) e ficar de fora do Mundial da Itália.

A Palestina judaica disputou cinco partidas até 1940, quando foi impossível seguir devido à Segunda Guerra Mundial. A ligação daquele time com os judeus era tão forte que a Federação de Futebol de Israel é considerada a continuação da Associação de Futebol da Palestina (a data de fundação da FFI é a da AFP). Os jogos da seleção palestina são computados no histórico das federações israelenses e palestina (a atual).

Em 1948, judeus e palestinos se separaram politicamente e desde então foram raros os momentos de união futebolística. Atualmente, equipes de regiões árabes em Israel disputam o Campeonato Israelense – inclusive, o árabe Hapoel Bnei Sakhnin foi campeão da Copa de Israel em 2004 – e jogadores muçulmanos defendem a seleção israelense. Alguns torcedores extremistas, sobretudo os do Beitar, vaiam esses atletas, mas há vários casos de clubes em que árabes e judeus se misturam sem problemas. Em dezembro de 2006, a Andaluzia realizou um amistoso com uma seleção israelo-palestina.

Veja o retrospecto da seleção judaica da Palestina: 1 x 7 Egito, 1 x 4 Egito, 1 x 3 Grécia, 0 x 1 Grécia e 5 x 1 Líbano.
***

Veja como foi a primeira partida oficial da seleção de Israel (como Palestina) e do jogo entre a Andaluzia e o combinado de israelenses e palestinos:

FICHA TÉCNICA
Egito 7 x 1 Palestina
Eliminatórias da Copa do Mundo de 1934
Data: 16 de março de 1934
Local: estádio do Exército Britânico (Cairo)
Público: cerca de 13 mil
Árbitro: Stanley Wells (Inglaterra)
Egito: Kamel Mansour; El Kaf, Hamid Sharli, El Far, Raghab, Sabri, Latif, Taha, Fawzi, Rifai e El Zoubeir. T: James McRea
Palestina: Berger; Reznik, Fiedler, Friedmann “Dzampa”, Fuchs, Sukenik, Harlap, Kraus, Kastenbaum, Reich e Nudelmann. T: Shimon Ratner “Lumek”
Gols: Rifai (3), Taha (2), Latif (2) e Nudelmann

FICHA TÉCNICA
Andaluzia 3 x 1 Combinado Israelo-Palestino
Amistoso
Data: 27 de dezembro de 2006
Local: estádio de La Cartuja (Sevilha)
Público: cerca de 20 mil
Árbitro: Luis Medina Cantalejo (Espanha)
Andaluzia: Pinto; Josemi, Juanma, Llera e Puerta; Reyes, Arzu, Juan Rodríguez e Jurado; Güiza e Maldonado. Entraram Pablo Ruiz, Antoñito, Raúl López, Calatayud, Jesús Vázquez, Mendoza e Francis
Combinado Israelo-Palestino: Aouate; Saban, Haimovich, Eytan Tibi e Abbas Swan; D. Revivo, Gazal, Haim Revivo e Kahla; Jalayta e Abulaya. També jogaram Almadón, Amar, Brahama, Israelevich, Holtzman, Naserldin, Abu Harb, Jamal, Sowaity e AbuhKater
Gols: Güiza (5 e 22/1º), Saban (43/1º) e Alfaro (24/2º)

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 21, 2009 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: