RSS

>Lublin – Marcha da vida 2009

27 abr

>

Estando agora em Jerusalém, parece tão distante falar do que aconteceu na Polônia, embora ainda ontem (literalmente ontem) viajávamos por aquele país aprendendo sobre nós mesmos.
Acordamos cedo ontem (como de costume) e fomos do nosso hotel diretamente para a cidade de Lublin. Desta vez saímos do hotel já com as malas e levando tudo, pois sabíamos que, no final do dia, embarcaríamos para Israel.
Nesta cidade, antes da guerra, 1/4 da população era judaica. Fomos conhecer a famosa Yeshivá (academia de estudos judaicos) de Lublin e lá nos reunimos com todos os grupos de São Paulo para estudar com o Rabino Borer (de SP) um trecho do Talmud e fazer reviver o estudo neste centro, cujas paredes exalam conhecimento, e que já concentrou os maiores sábios do povo judeu.

De lá, fomos ao antigo cemitério da cemitério da cidade onde, entre outros, estão enterrados o chozé de Lublin e o Maharshal que, entre outras coisas, introduziu e popularizou o costume das festas de bar e bat-mitsvá.

[entrada da Yeshivá de Lublin]

De lá, viajamos até Majdanek (leia-se Maydanek). Na verdade, dizer que viajamos é um exagero, já que o campo de concentração e extermínio ficava a poucos kilometros da cidade de Lublin, fato que nos impressionou: as pessoas estavam muito próximas e podiam ver de suas casas na cidade o que ocorria no campo e, ainda assim, o terror e a destruição eram diários lá.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 27, 2009 em Viagem

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: