RSS

>Sponholz – Entrevista

08 jul

>
O advento do lulismo matou o jornalismo e o humorismo e fez aumentar o número – que já era enorme – de imbecis. Hoje essa legião de idiotas compõe 80% da população brasileira, segundo as pesquisas. A visibilidade desse grupo, até por uma questão profissional, está muito mais na mídia e na política. Afinal, jornalistas, humoristas, apresentadores, artistas, políticos e assemelhados expõem-se ao público.

Ah, diria um otimista, mas há exceções. Certo e, por isso mesmo, elas confirmam a regra.

Uma dessas exceções em, meio a esse festival de besteiras e mau humor que desfigura o jornalismo brasileiro é justamente o nosso Roque Sponholz (foto), que não se rendeu ao petralhismo e, por isso, está entre os pouquíssimos chargistas brasileiros que se destacam na atualidade por se negar a fazer humor a favor, o que na verdade significa a morte do humorismo. “Charge sem crítica não é charge, é piada de salão”, ensina o mestre Spon.

Sponholz é o entrevistado do site Ucho.Info e lá vocês poderão saber um pouco mais sobre ele.

Além de ser um prolífico chargista e exímio desenhista e caricaturista – há dias em que produz até ou quatro charges – Sponholz é arquiteto e professor universitário. Vive em Ponta Grossa, no Paraná e no passado chegou a ser vereador, tendo abandonado a carreira política para se dedicar à arquitetura e ao magistério.

É isso aí, meu caro Sponholz. Continue mandando ver.
Blog Aluisio Amorim

Sponholz também é o responsável pela charges que colocamos no blog.

 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 8, 2009 em Cartoons

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: