RSS

O que é um Judeu

30 ago

Visão sobre o assunto de Leon Tolstoy (1829-1910) descendente de uma família cristã da nobreza russa e um dos maiores escritores e romancistas do mundo, autor de obras como “Guerra e Paz”e “Anna Karenina”:

O que é um judeu? Esta pergunta não é, de forma alguma, tão estranha quanto parece. Vejamos que tipo de criatura peculiar é o judeu, molestado e violentado, oprimido e perseguido, esmagado e assassinado, queimado e enforcado, coletiva e individualmente por tantos governantes e povos – e que, apesar de tudo isso, continua vivo. O que é um judeu, aquele que nunca se deixou levar por todos os bens terrenos, que lhe eram oferecidos, constantemente, por seus opressores e perseguidores para que trocasse sua fé e abandonasse sua própria religião judaica?

O judeu é este ser sagrado que trouxe dos Céus a chama perpétua e com esta iluminou o mundo inteiro. Ele é a vertente religiosa, nascente e fonte de onde todos os outros povos tiraram suas crenças e suas religiões.

O judeu é o pioneiro da liberdade. Mesmo outrora, quando o povo se encontrava dividido em apenas duas classes distintas, escravos e senhores, mesmo naquela época longínqüa, a Lei de Moisés proibia a prática de se manter uma pessoa em cativeiro por mais de seis anos.

O judeu é o pioneiro da civilização. A ignorância foi condenada na Palestina da antigüidade ainda mais do que o é em nossos dias na Europa civilizada. E ainda, naqueles dias de selvageria e barbárie, em que nem a vida nem a morte de ninguém valia algo, Rabi Akiba não se absteve de se declarar abertamente contrário à pena capital.

O judeu é o emblema da tolerância civil e religiosa. “Ama o estrangeiro e o forasteiro”, ordenou-nos Moisés, “porque estrangeiro foste na terra do Egito”. E isto foi proclamado naquela época remota e selvagem em que a principal ambição das raças e dos povos consistia em se esmagarem e escravizarem uns aos outros. No que tange à tolerância religiosa, a fé judaica não apenas está muito distante do espírito missionário de converter pessoas de outras denominações. Muito pelo contrário, o Talmud ordena que os rabinos informem e expliquem a todo aquele que, por vontade própria, venha a aceitar a religião judaica, todas as dificuldades contidas nessa aceitação, e que façam ver ao prosélito que os justos entre os povos têm o seu quinhão na imortalidade. De uma tamanha tolerância religiosa, tão elevada e ideal, nem mesmo os moralistas de hoje podem se vangloriar.

O judeu é o emblema da eternidade. Aquele que nem o assassinato nem a tortura, ao longo de milhares de anos, puderam destruir, aquele que nem o fogo nem a espada nem a inquisição foram capazes de eliminar da face da terra, aquele que foi o primeiro a produzir os oráculos de Deus, aquele que há anos é o guardião da profecia, e que a transmitiu ao resto do mundo. Uma nação destas não pode ser destruída. O judeu é perene, tão perene quanto a própria eternidade”.
______________________________________________________________________

 
1 comentário

Publicado por em agosto 30, 2011 em Judeus

 

Uma resposta para “O que é um Judeu

  1. Fábio Maciel Rocha

    agosto 30, 2011 at 8:54 pm

    Excelente texto mas quero acrescentar que o judeu é …
    … criativo
    … trabalhador
    … hospitaleiro
    … respeitador das diferenças das pessoas
    … culto
    … amigo
    … simples
    … alegre
    … pacífico mas que aprendeu as duras penas que ser pacífico não implica em ser negligente com sua segurança
    … justo
    … tolerante
    … democrático
    … aceita e principalmente respeita muito as diferentes religiões.

    Queria eu que todos os povos fossem como o povo judeu, porque …

    … enquanto outros governos proíbem seus cidadães de andarem armados por temerem um golpe de estado, em Israel concede este direito aos seus cidadães por respeitar seus direitos.

    … enquanto outros enviam terroristas para se matarem e matar inocentes em outros países, Israel envia equipes de resgate para salvar as vitimas do terremoto no Japão.

    … enquanto muitos países ricos dão as costas a um país pobre que passa por uma tragédia, Israel envia equipes de socorro para ajudar as vitimas do terremoto no Haiti.

    … enquanto radicais pregam a intolerância e o ódio, Israel prega a paz.

    … enquanto muitos acusam os judeus de racista, os israelenses estavam numa campanha internacional para salvar a vida de milhares de negros que estavam sendo mortos na Etiópia.

    … enquanto muitos chefes de estado deram as costas e abandonaram a própria sorte seus compatriotas que foram sequestrados e estavam sendo executados por terroristas em Uganda, Israel sozinho e sem apoio algum e numa ousada operação resgatou todos com vida, inclusive os não judeus.

    … enquanto Israel exporta técnicas policiais outros exportar terror.

    … enquanto eu escrevo estas palavras você pode ter certeza que em algum lugar há um judeu procurando a cura do câncer, um criando mais uma maravilha tecnológica, outro ajudando uma pessoa que precisa e um dando um abraço no seu filho e indo para seu posto policial de fronteira fazer a segurança de toda esta nação que tem o “horroroso defeito” de apenas ser tolerante e pregar pelo direito a vida e a liberdade.

    Em memória ao meu colega policial israelense Pascal Avrahami, sniper policial do grupo de elite de combate ao terror da unidade Yamam, que morreu prematuramente aos 49 anos em combate com terroristas que perpetuaram o covarde ataque em Eilat no sul de Israel.
    O herói Pascal Avrahami ao deslocar-se para seu posto policial abraçou e beijou seus filhos e esposa pela última vez, mas graças a este e outros herói anônimos, muitos puderam voltar para seus lares e abraçar e beijar seus filhos.
    O terrorismo fez Pascal deixar esposa e três filhos.

    Mais uma vez obrigado pelo espaço e um abraço a todos.

    Fábio Maciel Rocha, policial e cristão.

     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: